Segunda-feira, 9 de Março de 2009

Bairro das Olaias - A Culpa "solteira"

    

 

 

 

 
Presidente da Câmara de Lisboa fala em falta de visão de conjunto
O presidente da Câmara de Lisboa exigiu ontem ao Governo explicações sobre a estratégia de policiamento de proximidade e a gestão da rede de esquadras, acusando o Ministério da Administração Interna de determinar o encerramento destas estruturas “consoante estão a cair ou não”, e não “em função dos problemas de segurança da cidade”.
Fonte:

 

 

Por Vezes Acontece....

 

O Presidente da Câmara de Lisboa, até tem razão quando diz que a situação despoletada é "um caso de polícia"....

Mas só passou a ser um caso de polícia, porque o poder político se alheou do problema.

A CM Lisboa deveria de ter assumido como lhe competia, e em tempo útil, quando a Cooperativa que deu origem àquele Bairro declarou falência), a  responsabilidade e a condução de todo o processo urbanístico, .

É que, enquanto não houver uma solução séria para aquela zona da cidade,  este triste episódio irá por certo repetir-se, não se prevendo as consequências nem as proporções ou repercussões do mesmo.

Relembra-se que as feridas ainda estão por sarar entre estas duas comunidades na Quinta da Fonte, pelo conflito surgido no final da primavera de 2008.

As declarações públicas dos dois Presidentes (CM Lisboa e Junta de Freguesia do Alto do Pina) já se tornam repetitivas na classe política, porque o estilo é sempre o mais do mesmo.... "sacode-se a água do capote e a culpa uma vez mais, morre solteira".

O povo anseia que os políticos arranjem soluções para os problemas, e não que os enjeitem,  ou pior ainda, que sejam a causa deles.

 

:
publicado por @k às 23:35
| comentar | favorito

Muita atenção......

Experts on the move: Be vigilant!

Experts on the move: Be vigilant! www.sonakar.com Thx to the sender

Publicado por Sonakar.Com em Domingo, 1 de Novembro de 2015

Notícias....

free counters

O TEMPO QUE PVA

Nota:

Algumas das imagens e textos utilizados no Por Vezes Acontece.... são provenientes de várias fontes, designadamente, orgãos de comunicação social, sites, blogues e motores de busca, e sempre que possível com a identificação do seu autor. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo, comunique-me por favor [porvezesacontece@gmail.com] e o mesmo será prontamente retirado. Por Vezes Acontece .... agradece desde já a atenção dispensada.