Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

30 Março 2009 - 00h30
PSP: 670 agentes, chefes e oficiais são credores de milhares de euros
Gratificados por pagar a centenas de polícias
São prestações da casa e contas que ficam por pagar, idas ‘à terra’ que são adiadas." É desta forma que os agentes da PSP que não receberam suplementos e gratificados nos últimos meses resumem as dificuldades que sentem. Segundo o CM apurou, há 670 agentes, chefes e até oficiais dos comandos da PSP de Oeiras e Setúbal, bem como da Divisão do aeroporto de Lisboa, a quem, por razões diferentes, são devidas quantias entre os 150 e os 500 euros.

Na PSP de Setúbal, pelo menos 200 agentes não recebem a remuneração pelos serviços extras. A câmara municipal não pagou à PSP os serviços contratados e, segundo documentos a que o CM teve acesso, estão dez mil euros em falta. Existem ainda diversas empresas que solicitaram serviços da PSP nos últimos anos e entretanto foram à falência.
Em Oeiras, também falta pagar gratificados a pelo menos 180 agentes, alguns deles ainda referentes a Dezembro de 2008. A estes estão em falta entre os 200 e os 500 euros, dependendo do número de serviços extras que efectuaram. "Na Divisão garantem que o processamento dos dados foi feito atempadamente e enviado para o comando de Lisboa. Lá, dizem que a responsabilidade é da Direcção Nacional, de onde remetem de novo para o Comando", disse fonte policial.
O CM sabe que as entidades que solicitaram os serviços policiais já pagaram o que deviam. "O dinheiro está na PSP. Porque é que não pagam aos agentes que vivem com menos de 750 euros?", questiona fonte sindical.
PEDIDA CAUTELA COM DEVEDORES 
Em Setúbal, é grande a lista de empresas e entidades públicas que não pagam os gratificados aos agentes da PSP. A dívida de dez mil euros da Câmara de Setúbal a 170 elementos da PSP arrasta-se há dois anos. Paulo Rodrigues, presidente da Associação Sindical de Profissionais da Polícia (ASPP), lamenta o sucedido e recorda que o problema não é de agora. "É preocupante saber que nos debatemos com os mesmos entraves e que os prejudicados sejam sempre os mesmos", lembra.
O presidente da ASPP admite, no entanto, que a solução passa por uma maior atenção e cuidado com as empresas para as quais os agentes são enviados. "Tem de haver uma consciência por parte dos comandantes em não enviar os agentes para as empresas que pagam tarde", continua. De referir que os agentes que se recusarem a prestar estes serviços estão sujeitos a processos disciplinares.
ERRO INFORMÁTICO TIRA SUBSÍDIOS NO AEROPORTO
Está algures na secção de vencimentos do Comando da PSP de Lisboa a origem do erro informático que deixou cerca de 300 agentes e chefes da Divisão da PSP do aeroporto de Lisboa com um ‘rombo’ de 200 euros no salário de Março. A verba em falta, que corresponde aos subsídios de turno e patrulha, representa, ao que o CM apurou, perto de um quarto do salário médio dos efectivos daquela divisão, que ascende a pouco mais de 800 euros mensais.
O Sindicato Unificado de Polícia (SUP) denunciou a falha à Direcção Nacional, que assegurou pagar a verba em falta no salário de Abril. No entanto, o SUP quer "apurar responsáveis por 300 agentes terem passado dificuldades por causa de um erro", disse ao CM o presidente do SUP, Peixoto Rodrigues.
PORMENORES
PAGAMENTOS
Os gratificados – feitos nas folgas ou após os horários de serviço – têm dois valores. Os que são pagos pelo Ministério da Administração Interna são-no a partir de 19 euros por 4 horas. Os serviços para particulares têm uma remuneração a partir de 28 euros pelo mesmo tempo.
ALTERAÇÕES
O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, comunicou aos sindicatos que pretende introduzir alterações nos diplomas legais de pagamento dos serviços remunerados.
Magali Pinto / João C. Rodrigues / Miguel Curado

Fonte:

 


 

Por Vezes Acontece.....

 

Se é um/a profissional das forças de segurança ou simplesmente um cidadão preocupado com a sua segurança e dos seus, não perca hoje à noite (30Mar2009) na RTP 1 pelas 22H36,  no programa "Prós e Contras" conduzido pela Drª Fátima Campos Ferreira, porque a temática em debate vai ser "Uma Questão de Segurança...."

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:49



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D