Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

POLICIAMENTO DE PROXIMIDADE

 

 

 

 

 

Policiamento de proximidade em Matosinhos

 Está a ser testado em Matosinhos um novo modelo de policiamento de proximidade. Trata-se de uma acção conjunta da PSP, da Junta de Freguesia e da Associação Empresarial do concelho. Ao já conhecido programa Escola Segura, juntaram-se uma maior presença junto de idosos e do comércio da cidade.

Fonte:  


 

 

PVA...

 

O verdadeiro policiamento de proximidade, não é de agora nem é novo.... estava era esquecido.

Que saudades da patrulha apeada de outros tempos....

Do salutar dialogo com o cidadão.

- "Bom dia , como está ?

- "Então está tudo bem ?"

Um ou dois minutos de conversa, era o suficiente para se transmitir confiança e segurança ao nosso interlocutor.

Um turno de seis horas, daria para efectuar duas voltas completas ao giro.

Conhecia-se as pessoas, e as pessoas habituavam-se ao agente, por vezes até se estabeleciam laços de amizade, sem pôr em causa o dever e o profissionalismo deste.

Era assim.... antigamente.

  

PVA....

 

Não quer com isto dizer, que a estratégia actual de patrulhamento (CP;  Piquetes e as várias valências introduzidas) está errada, antes pelo contrário.

O trabalho que vem sendo executado, está por demais á vista de toda a gente, e é relevado pelos mais diversos sectores da sociedade portuguesa.

Mas que era diferente.... era, e que era de muita proximidade com o cidadão, ninguém tenha dúvidas.

E por isso este modelo de policiamento de proximidade não é novo.... estava sim em fase de hibernação.

 

:
tags: ,
publicado por @k às 22:09
| comentar | favorito

Muita atenção......

Experts on the move: Be vigilant!

Experts on the move: Be vigilant! www.sonakar.com Thx to the sender

Publicado por Sonakar.Com em Domingo, 1 de Novembro de 2015

Notícias....

free counters

O TEMPO QUE PVA

Nota:

Algumas das imagens e textos utilizados no Por Vezes Acontece.... são provenientes de várias fontes, designadamente, orgãos de comunicação social, sites, blogues e motores de busca, e sempre que possível com a identificação do seu autor. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo, comunique-me por favor [porvezesacontece@gmail.com] e o mesmo será prontamente retirado. Por Vezes Acontece .... agradece desde já a atenção dispensada.