Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

 

 PSP

Polícias chocados com divisas de plástico

As novas divisas dos superintendentes da PSP – que irão tomar posse dentro de semanas – estão a provocar polémica. Em vez de serem em metal, como sempre foram, as divisas colocadas na farda para assinalar o posto passaram obrigatoriamente a ser em PVC

 

«Isto pode fazer sentido quando andamos em trabalho operacional ou expostos aos elementos atmosféricos. Não faz sentido em cerimónias de representação», desabafou ao SOL um oficial da PSP, considerando que está em causa «a dimensão simbólica do poder», que deve ser preservada.

Afinal, adianta, o posto de intendente é um dos mais altos na hierarquia da PSP, sendo que a ele está geralmente associado o cumprimento de tarefas de comando, em vez de tarefas operacionais, ou seja, no terreno.

Apesar da estupefacção generalizada, as novas regras vão em frente.

 PSP moderniza-se

O comissário Paulo Flor, responsável pelas relações públicas da PSP, explicou ao SOL que as alterações obedecem ao novo plano de uniformes, que está a ser gradualmente aplicado.

Desvalorizando algum mal-estar na corporação, lembra que a instituição soube sempre lidar com várias mudanças ao longo dos anos. «A Polícia já foi cinzenta e teve de passar a azul», afirmou.

Quanto ao novo material das divisas, o PVC, explica que faz parte de «um fardamento mais novo, mais dinâmico, maleável e operacional». As novas divisas estão a ser já colocadas nas fardas dos oficiais da PSP que serão promovidos em breve.

Segundo apurou o SOL, houve um problema no primeiro lote executado e a fábrica foi obrigada a fazer novas identificações, mas a PSP não alterou o material escolhido.

 Fonte  Por Helena Pereira   

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20


1 comentário

De Anónimo a 19.07.2010 às 09:43

Desde que o vencimento mensal recebido, seja por Categoria Superior, as Divisas até podem ser Biodegradáveis.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D