Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





 

   

Plano de emergência para bairros levou 5 anos a arrancar

 

Do 'arrastão' de Carcavelos aos confrontos do Tamariz, o Governo falhou na prevenção da violência e crime na sua origem.

O megaplano do Governo, anunciado há cinco anos como a grande bandeira de prevenção criminal para os "bairros de risco", mal saiu ainda do papel. A "Iniciativa Bairros Críticos" envolveu sete ministérios e visava uma intervenção de emergência em zonas urbanas socialmente vulneráveis e com problemas de segurança.

Este projecto foi a resposta arquitectada pelo Executivo para travar o alarme social provocado em 2005 pelo "arrastão" de Carcavelos e pelo assassínio de dois agentes da PSP, na Amadora, casos que mostraram os riscos iminentes para a segurança com origem nessas áreas.

As boas intenções, no entanto, colidiram com a demora na atribuição de financiamentos e na definição das acções a desenvolver. Cova da Moura, na Amadora, Vale da Amoreira, na Moita, e Lagarteiro, no Porto, foram os bairros seleccionados para o projecto-piloto. Mas aquilo que devia ser sido exemplar acabou por se arrastar e só nos últimos meses começaram a aparecer as primeiras iniciativas, embora sem grande expressão.

"As pessoas sentem uma enorme frustração com a demora destes processos", confessa o presidente da Junta de Freguesia do Vale da Amoreira. "Com o agudizar da crise, a situação que já era má há cinco anos ainda se deteriorou mais", lamenta Manuel Jorge da Silva, autarca naquele bairro há 12 anos.

Na Cova da Moura, a porta-voz da mais importante associação, o Moinho da Juventude, corrobora o desânimo. O plano de pormenor para a reabilitação do bairro só deverá ser aprovado em Setembro, mas o que mais desanima Godelieve Mersshaert é o desinteresse em acções que visavam, especificamente, "a prevenção da violência, através da inserção no mercado de trabalho ex-reclusos". "Estava tudo acertado em 2009 e ficou na gaveta", lamenta.

Sobre o Lagarteiro, o facto de, finalmente, a reabilitação dos edifícios começar em Setembro, deixa o presidente da freguesia, socialista, mais optimista. "Demorou a começar, mas agora há razões para sorrir", acredita Fernando Amaral.

Apesar de este megaplano incidir sobre apenas três dos mais de cem bairros problemáticos das áreas de Lisboa e Porto, os incidentes da praia do Tamariz, no Estoril, evidenciaram bem o falhanço do trabalho de prevenção, de inclusão social, que está a ser feito. A praia separada por uma linha invisível, brancos de um lado, negros do outro, deixou os turistas atónitos. "Já viajámos por muitos países, de grande multiracialidade, e nunca vimos nada assim", admitia então ao DN um casal de jovens alemães, a olhar do paredão para o areal do Tamariz.

Fonte

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32

 



Protesto

Polícias municipais em greve a 27 de Agosto


Os polícias municipais portugueses marcaram para 27 de Agosto uma greve de 24 horas e um protesto junto ao Ministério da Administração Interna (MAI), revelou esta sexta-feira fonte sindical. Lisboa e Porto não aderem à paralisação

 

O pré-aviso de greve abrange «todos os trabalhadores da Administração Local, independentemente do respetivo tipo de vínculo, que exerçam funções de polícias municipais, de modo a possibilitar a sua participação na concentração que vão efetuar às 12h desse dia, junto ao MAI», disse à Lusa a presidente do Sindicato Nacional das Polícias Municipais (SNPM), Sandra Seixas.

Os polícias municipais de Lisboa e Porto, que são agentes destacados pela PSP, estão excluídos da greve.

Aliás, um dos motivos da greve e do protesto é, segundo o SNPM, a luta pela criação de um modelo único de polícias municipais em Portugal, «pondo-se fim à discriminação existente entre as de Lisboa e Porto e as dos restantes municípios», explicou Sandra Seixas, que pertence à Polícia Municipal de Oeiras.

O SNPM exige também «o cumprimento das expetativas criadas em torno da revisão do Estatuto das Polícias Municipais, mediante a reposição e negociação do projeto inicialmente proposto pelo Governo».

O caderno reivindicativo dos polícias municipais inclui a exigência de atribuição de meios de defesa e proteção individual «adequados ao serviço policial», a luta pela«defesa do vínculo público de nomeação, a consagração de uma carreira especial para estes trabalhadores e a revisão do quadro remuneratório».

Excluindo os casos especiais de Lisboa e Porto, Portugal tem 33 corpos de polícia municipal, dotados com um total de 750 agentes.

 

 

Fonte: 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

 

 

 

Despacho (extracto) n.º 11714/2010. D.R. n.º 139, Série II de 2010-07-20

 

Define as unidades orgânicas flexíveis da unidade Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), bem como as correspondentes atribuições e competências

 

Ministério da Administração Interna - Polícia de Segurança Pública - Direcção Nacional

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

 

 

 PSP

Polícias chocados com divisas de plástico

As novas divisas dos superintendentes da PSP – que irão tomar posse dentro de semanas – estão a provocar polémica. Em vez de serem em metal, como sempre foram, as divisas colocadas na farda para assinalar o posto passaram obrigatoriamente a ser em PVC

 

«Isto pode fazer sentido quando andamos em trabalho operacional ou expostos aos elementos atmosféricos. Não faz sentido em cerimónias de representação», desabafou ao SOL um oficial da PSP, considerando que está em causa «a dimensão simbólica do poder», que deve ser preservada.

Afinal, adianta, o posto de intendente é um dos mais altos na hierarquia da PSP, sendo que a ele está geralmente associado o cumprimento de tarefas de comando, em vez de tarefas operacionais, ou seja, no terreno.

Apesar da estupefacção generalizada, as novas regras vão em frente.

 PSP moderniza-se

O comissário Paulo Flor, responsável pelas relações públicas da PSP, explicou ao SOL que as alterações obedecem ao novo plano de uniformes, que está a ser gradualmente aplicado.

Desvalorizando algum mal-estar na corporação, lembra que a instituição soube sempre lidar com várias mudanças ao longo dos anos. «A Polícia já foi cinzenta e teve de passar a azul», afirmou.

Quanto ao novo material das divisas, o PVC, explica que faz parte de «um fardamento mais novo, mais dinâmico, maleável e operacional». As novas divisas estão a ser já colocadas nas fardas dos oficiais da PSP que serão promovidos em breve.

Segundo apurou o SOL, houve um problema no primeiro lote executado e a fábrica foi obrigada a fazer novas identificações, mas a PSP não alterou o material escolhido.

 Fonte  Por Helena Pereira   

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

São vários os estudos que apontam a família como o local onde existe maior violência, mais do que em qualquer outro meio social. Vinte e cinco por cento da criminalidade registada ocorre no seio da família, percentagem que tenderia a aumentar se toda a violência que aí ocorre fosse denunciada. Contudo, trata-se de uma violência secreta e silenciada, que escapa ao controlo público e acerca da qual não se tem o costume de falar. Neste quadro, só as violências mais atrozes e visíveis, como por exemplo o homicídio, são detectadas. De um modo geral, estima-se que de um quarto a um terço das mortes por homicídio ocorrem no seio da família, não só nos EUA mas também em países europeus e de Leste, o que reforça o risco de ser poder ser morto mais no seio da família do que no interior de outro grupo social qualquer.

 

 

 

 

 


 

PVA....

 

Uma leitura que nos ajuda a compreender um pouco melhor o fenómeno....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:45

 

 

Despacho n.º 11461/2010. D.R. n.º 135, Série II de 2010-07-14

 

Ministério da Administração Interna - Gabinete do Ministro

Concessão da medalha de ouro de serviços distintos à PSP

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15

ATRIBUIÇÃO DE LOUVOR À PSP

por @k, em 05.07.10

 

 

Louvor n.º 306/2010. D.R. n.º 128, Série II de 2010-07-05

 

Ministério da Administração Interna - Gabinete do Ministro

 

Atribuição de Louvor à PSP

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:40


Mais sobre mim

foto do autor


Passantes...


contador de visitas tumblr