Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PJ

No âmbito da Conferência Anual de Identificação Biométrica, que teve lugar na passada semana em Los Angeles – Estados Unidos e que contou com a presença de mais de três centenas de participantes dos cinco continentes, foi atribuído ao LPC/PJ o prémio Bill White, destinado a eleger o melhor trabalho, do ano de 2017, no domínio da identificação por impressões digitais.

 

O caso que esteve  na base da distinção  surgiu no âmbito de uma investigação sobre pornografia infantil na internet, realizada pela Unidade de Investigação do Crime Informático da PJ (UNC3T).

 

A intervenção do LPC, que permitiu conhecer a identidade de dois abusadores sexuais através das impressões digitais, foi considerada inovadora e de grande qualidade técnico-científica, abrindo novos campos à utilização da lofoscopia e no recurso às bases de dados biométricas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:25



Mais sobre mim

foto do autor